Produto Relacionado:

Ter um sorriso incompleto é um incômodo bem grande. A perda de um ou mais dentes, está muito além de prejudicar apenas a autoestima, já que pode também trazer problemas para a mastigação e outras funções da boca. São nestes casos em que a prótese dentária é uma solução, sendo capaz de recuperar a harmonia e o funcionamento de toda a arcada dentária. Para quem possui esse tratamento, é preciso seguir alguns cuidados. Entretanto, será que o procedimento tem prazo de validade? Para explicar sobre isso, a dentista Elis Regina respondeu às perguntas do Sorrisologia.

Os casos indicados para o uso de prótese dentária

A prótese dentária serve como solução para problemas de perda ou substituição do dente. O objetivo do procedimento consiste em substituir a raiz, através de parafusos de titânio, e recolocar o item perdido por meio da prótese. Dessa maneira, os casos de ausência do dente são indicados a fazer essa reposição. “A ausência de um dente já altera a oclusão do paciente e pode gerar problemas”, explica a dentista. Vale ressaltar que os pacientes que não possuem rebordo alveolar não podem colocar próteses. A falta dessa estrutura, responsável por armazenar a raíz do dente, impossibilita a adaptação adequada.

É necessário trocar a prótese dentária em algum momento?

De acordo com a profissional, sim. A colocação da prótese no paciente é uma maneira artificial de substituir um ou mais dentes perdidos. Ela pode ser feita de forma total, caracterizada pela reposição de toda a arcada dentária, ou parcial, quando um único ou alguns elementos são substituídos. Aproximadamente, após dois anos de uso a prótese de ambos os tipos precisa ser trocada. “Mas deve ser sempre avaliado os elementos que são pilares”, alerta a profissional.

E nos casos em que a troca não é feita?

Se esse tempo de troca não for respeitado, o quadro de saúde bucal do paciente pode começar a apresentar problemas. Nos casos parciais o item pode ficar incompatível ou frouxo, e ainda gerar problemas para as suas unidades de apoio. Já as próteses totais, Elis atenta para a desadaptação, que é o primeiro sinal. Pode também ocorrer casos mais sérios, como problemas de mastigação e, posteriormente, na articulação temporomandibular.

Os cuidados necessários com a prótese dentária

Além de ser uma maneira eficaz de tratamento para repor as funções do dentes perdidos, a prótese dentária é uma solução estética para o paciente, devolvendo um sorriso alinhado. No entanto, a técnica necessita de determinados cuidados para sua manutenção de trabalho. A odontologista destaca para a realização de uma higiene eficaz, alimentação correta e ter visitas regulares ao consultório do dentista.