Muita gente não sabe e outros sabem e ignoram, mas a higiene bucal correta passa por três etapas: escovação, fio dental e enxaguante. A escovação é a etapa básica, o fio dental com certo esforço é utilizado, mas o enxaguante, em geral, é esquecido. Se por um lado há pessoas que nem passam perto, por outro lado há pessoas que exageram e não usam da forma correta. Em ambos os casos é preciso ficar atento. O Sorrisologia vai te ajudar a obter o melhor uso desse item tão importante para uma boa saúde bucal.

Qual a importância do enxaguante bucal?

Os benefícios aqui são muitos. Não pense que é só uma etapa chata de limpeza. Além de ser bem simples e rápido, o resultado vale a pena. Muito mais que deixar um hálito agradável, o enxaguante bucal tem o poder de eliminar as temíveis bactérias causadoras dos problemas bucais, como a placa bacteriana, gengivite e cárie dentária. Os enxaguantes à base de álcool devem ser evitados, pois provocam ardência e ressecamento na boca. A melhor opção é composta por CPC (cloreto de cetilpiridínio) + fluoreto, que já foi comprovado ser o mais seguro e eficaz.

Cuidado para não ingerir

Os bochechos devem ser cuspidos, sempre! Por mais que os ingredientes do produto sejam para o bem dos seus dentes, podem fazer muito mal ao seu estômago. Não se distraia durante o uso. É muito importante ficar atento com as crianças nessas horas. Embora o enxaguante seja recomendado apenas a partir de 6 anos de idade, ainda assim, é preciso supervisionar os menores. Caso ingerido, o produto pode provocar enjoo ou diarreia. Se os sintomas não passarem logo, procure ajuda médica.

Passo a passo para usar o enxaguante bucal

1 - Confira o rótulo. Evite composições com álcool e escolha os enxaguantes à base de CPC (cloreto de cetilpiridínio) + fluoreto que são os mais seguros para os dentes.

2 - Concentre-se durante o uso do produto. Ingerir o enxaguante pode causar enjoo ou diarreia.

3 - O uso do enxaguante duas vezes ao dia é o suficiente para cumprir uma boa saúde bucal. Porém, há casos mais específicos que somente um profissional pode determinar a melhor frequência, como pessoas que estão tratando doenças periodontais.

4 - O enxaguante bucal é a terceira e última etapa da limpeza bucal, ou seja, deve ser usado após a escovação e fio dental, quando a boca estiver totalmente limpa.

5 - O produto, em geral, vem com um copinho medidor. O ideal é encher 20ml do seu enxaguante escolhido.

6 - Coloque na boca, faça bochechos durante 30 segundos e, em seguida, cuspa tudo na pia.

7 - Não lave a boca com água após o bochecho, pois assim você diluirá o produto e reduzirá seus efeitos.